Accelerated Mobile Pages Project: a carta na manga do Google

Atendimento CRM
26 de junho de 2016
Manutenção, configuração e instalação de plugins para sites feitos em Wordpress
Manutenção, configuração e instalação de plugins para sites feitos em WordPress
22 de julho de 2016
Exibir tudo
Accelerated Mobile Pages Project: a carta na manga do Google

Accelerated Mobile Pages Project: a carta na manga do Google

Accelerated Mobile Pages Project: a carta na manga do Google

amp-projetct
Desde fevereiro desse ano, o Google tem uma nova tecnologia para facilitar a vida de quem realiza forças através da internet que seu smartphone. Quem utiliza o navegador móvel do Google consegue otimizar buscas, de forma que aparecem na parte superior da tela notícias sobre o termo pesquisado.

 

O projeto AMP (Accelerated Mobile Pages) foi criado com a intenção de fazer com que as buscas por notícias sejam feitas que maneira mais rápida e que o carregamento das páginas possam ser feitos de maneira mais leve. A ideia é melhorar a experiência dos usuários que pesquisam notícias nos dispositivos móveis.

O Google analisa que mais da metade das buscas no buscador sejam feitas por acessórios móveis, então otimizar as buscas é muito necessário. Para participar do projeto, a página que se interessar precisa ajustar o conteúdo ao novo formato, alterando o código do site.

Rapidez

As páginas que adotaram o AMP carregam mais rápido. Isso se deve ao fato da nova tecnologia simplificar a programação da página. Porém, isso não quer dizer que irá se eliminar conteúdos multimídia, como vídeos, infográficos, mapas. Além disso, o carregamento das páginas não consome tantos dados de banda larga móvel como o antigo tipo de carregamento.

Compacto

Essa nova carta na manga do Google também tem impacto nos resultados de busca. Isso porque o algoritmo de pesquisa já define se um site possui ou não uma versão amiga dos aparelhos móveis. Então, com o AMP, as páginas ficam mais compactas e nas buscas terão destaque.

Notícias

Hoje, o sistema funciona apenas em smartphones, mas a ideia que em breve esteja disponibilizada para tablets também. A visualização das notícias é facilitada com o AMP e o objetivo do Google é expandir o padrão para outros sites.

Segundo o navegador, redes sociais como Twitter e Linkedin pretender adotar o sistema. Assim, se acessado links para notícias a partir desses sites, o leitor conseguirá ser redirecionado para sua versão AMP.

Ecossistema de conteúdo

Parceria do Google com outras empresas de tecnologia, o projeto tem como objetivo tornar a página da internet mais rápida, visa o ecossistema rico de produtores de conteúdo. Para o Google, a internet só faz sentido se houver essa dinâmica de conteúdo.

Por isso, a iniciativa, que foi anunciada no final de 2015, passou a ser adotada por alguns sites de notícias do mundo todo. Os quais buscavam agilidade no carregamento das páginas.

Instant Articles

O sistema AMP possui características bem semelhantes ao recurso do Facebook chamado Instant Articles. Porém, essa tecnologia está restrita a pena a rede social. Por meio dele, sites de notícias podem publicar textos diretamente nessa plataforma.

Assim, as notícias são carregadas de maneira mais rápida e num formato que se adequam perfeitamente aos aparelhos móveis. Essa versão de sistema segue padrões bem próximos da tecnologia do Google.

Mas como o buscador possui uma abrangência maior, é possível que o AMP seja mais utilizado por sites que buscam destaque na rede.

Quero mais informações sobre como criar meu negócio na web

Comentários

comentários